Kelly Clarkson não quer que filhos sejam músicos

Quando um músico vira mãe ou pai, logo os fãs ficam no aguardo para que os filhos sigam também a carreira musical. Porém, não são todos os pais que dividem deste mesmo desejo.

Um exemplo é a talentosa cantora Kelly Clarkson, que em entrevista para a revista People, admitiu que gostaria que seus filhos tenham outras profissões. E o motivo escolhido pela artista é compreensível.

“Eu espero que eles sejam professores, doutores ou algo do tipo… é uma indústria muito dura”, admitiu. Atualmente trabalhando como jurada no “The Voice”, Clarkson ainda deu sua visão sobre o assunto ao relembrar a conversa que teve com a mãe da cantora de seu time, a jovem Brynn Cartelli, de apenas 15 anos.

“Eu alertei a mãe da Brynn… eu disse “fique junto deles (filhos)! Abrace eles e diga a eles coisas boas, pois as pessoas são maldosas”. É horrível, mas é a realidade”, relembrou.

Vale lembrar, que entrevistas anteriores, ela revelou ter sido vítima de bullying por profissionais de sua gravadora. “Um grupo de homens pensou que estava tudo bem em sentar ao lado de uma jovem e ofendê-la. Fui ensinada que deveria me calar e cantar”, disse em uma ocasião para revista Variety.

Situações como essa a inspiraram a escrever o hit “Stronger (What Doesn’t Kill You)”.

Ao se imaginar mãe de um músico, a cantora não escondeu que seria exigente. “Eu fico tão animada e com medo do tipo de mãe que eu seria (…) Eu acho que seria (como) a minha mãe.. Ela falava tipo: “Eu (já) escutei melhor, mas acho que você foi sólida”.

Kelly Clarkson é mãe de dois fihos: o menino Remington Alexander de 2 anos, e a menina River Rose, de quatro anos, com o marido Brandon Blackstock.

 

Compartilhe nas redes
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter