No primeiro dia da primavera, termômetros podem chegar aos 30º em Curitiba!

Depois do inverno com um longo período de estiagem em Curitiba, com o mês de julho mais seco dos últimos 60 anos , a primavera de 2018 começa neste sábado (22) e será quente e úmida na capital. Segundo os meteorologistas, a temperatura na primavera, cujos indícios da chegada já podem ser notadas na florada dos ipês amarelos, será mais alta inclusive do que no ano passado. Já no primeiro dia da estação neste sábado, o termômetro deve bater nos 30ºC, mas sem chuva.

Neste ano há um fator a mais para colaborar na subida do termômetro: o aquecimento dos oceanos Pacífico e Atlântico sobre a costa da Argentina e sul do Brasil. De acordo com os boletins da primavera divulgados pelo Instituto Nacional de Metereologia e pelo Simepar, essa situação contribui para o aumento das chuvas na estação. E, ao que tudo indica, as precipitações devem ficar acima da média dos três estados da região Sul.

“Em comparação ao inverno, temos um aumento do regime de chuvas na primavera após este período de estiagem desde abril. Além disso, é esperado que as temperaturas subam bastante, ficando mais agradáveis. As temperaturas mínimas ficam mais altas e as máximas também”, explica o meteorologista do Simepar Fernando Mendes.

El Niño

Apesar da previsão, as chuvas podem não ser regulares em todos os meses da primavera, mas a região Sul corre o risco de ter temporais em alguns períodos. Segundo a meteorologista Graziella Gonçalves, do Climatempo, esta situação ocorre porque na medida em que o fenômeno El Ninõ , que influencia o aquecimento do oceano , vai crescendo, as precipitações vão se formando com mais intensidade.

“Ainda na primeira quinzena da primavera, as chuvas são muito mal distribuídas. Mas devemos esperar mais umidade na primeira quinzena de outubro e as chuvas devem ganhar mais força. Quanto mais o Pacífico se aquecer, a tendência é que o El Ninõ fique mais intenso e ai teremos mais episódios de chuva com força e frequência. A umidade combinada com as altas temperaturas traz o risco de temporais, inclusive”.

As chuvas e as altas temperaturas não são exclusividade da região Sul do Brasil. De acordo com o Climatempo, a previsão é válida para todo o país. Isto porque o aquecimento das águas oceânicas fazem com que o La Niña (fenômeno que diminui as temperaturas da superfície) perca a força com a chegada do El Ninõ, que traz as chuvas e o calor. No entanto, vale lembrar que nesta primavera, o El Ninõ terá uma duração mais curta e menos intensa do que ano passado. Na prática, isso, pode significar que em algumas regiões pode esfriar em alguns momentos ou chover menos, por exemplo.

Fonte: Tribuna do Paraná

 

Compartilhe nas redes
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
WhatsApp
Fale com a gente...